?

Log in

Crying gifs

Tags:

Giveeeeee my chip, Pedrooooooooooo!

Oh my Gosh! This chick is fucking crazy! lol

She want her cellphone chip, her ex-boyfriend stolen the fucking chip, seems like she's very drunk haha or is freak even

Don't give her chip, Pedro... *spite*


Subtitled video



LOL forever with this video!

Me dá meu chip, Pedrooooooooooooooo! UHASOHAOSHOAHSOAHS

Tags:

Gone - #3 Capítulo

TRÊS – 298 horas, 05 minutos

 

“Aquele furgão,” Sam disse, apontando. “Outra batida.” Um furgão da FedEx tinha arado por uma cerca e batido num olmeiro no quintal da frente de alguém. O motor estava inativo.

 

Eles correram para duas crianças, um aluno da quarta série e sua irmãzinha, brincavam em um desanimado jogo de pega-pega no gramado da frente. “Nossa mãe não está em casa,” o mais velho disse. “Eu deveria ir pra minha aula de piano essa tarde. Mas eu não sei o caminho.”

 

“E eu tenho aula de sapateado. Nós pegamos nossos trajes para o recital,” a mais nova disse. “Eu vou ser uma joaninha.”

 

“Você sabe como chegar à praça? Você sabe, na cidade?” Sam disse.

 

“Acho que sim.”

 

“Você deveria ir pra lá.”

 

“Eu não deveria sair de casa,” a pequena disse.

 

“Nossa vó mora em Laguna Beach,” o menino da quarta série falou. “Ela pode vir buscar a gente. Mas não conseguimos falar com ela pelo telefone. O telefone não funciona.”

 

“Eu sei. Talvez deva ir esperar na praça, certo?” Quando a criança começou a falar, Sam disse, “Hey, não fiquem chateados, ta bom? Vocês têm alguns biscoitos ou sorvete na sua casa?”

 

“Acho que sim.”

 

“Bem, não tem ninguém para falar pra vocês não comerem uns biscoitos, tem? Seus pais vão aparecer em breve, eu acho. Mas nesse tempo, coma uns biscoitos, daí então desça para a praça.”

 

“Essa é a solução? Comer uns biscoitos?” Astrid perguntou.

 

“Não, minha solução é correr até a praia e me esconder até que tudo isso tenha acabado,” Sam disse. “Mas um biscoito nunca cai mal.”

Continuar lendo...Collapse )


 

 

Livro Hunger - Fome

Hunger é o segundo livro da serie novel "Gone" do Michael Grant, foi lançado no mês de maio desse ano se eu não me engano.
Não tive a oportunidade de ler ainda, estou atrasada com a tradução de Gone, mas estou super empolgada pra começar com Hunger - que no inglês significa "Fome", já posso até imaginar a situação deles famintos, ainn Sam T_T - olhei umas reviews ótimas sobre esse segundo livro, bem que já podiam ter traduzido.

Capa de Hunger é linda, assim como a do primeiro, eu amo essas capas, olhe:

Photobucket


Já era pra estar longe com Gone - não me atrevi a traduzir esse título, acho que só funciona dentro de um contexto -, forças maiores me impedem de andar com isso, estou terminando o quarto capítulo, mas até agora só postei dois aqui e no orkut porque antes de postar eu reviso e corrijo muuuita coisa que passa batido na tradução, e como meu inglês é uma coisa medonha eu demoro bastante pra encontrar alguns termos e girias hehe'
Mas posso dizer que é um passa-tempo legal traduzir um livro, te ajuda em bastante coisas, pelo menos pra mim, já estou 'ligada' em muitas expressões que eu não sabia em inglês, e claro, o livro é ótimo. Vale a pena.

Ainda essa semana eu posto mais dois capítulos de Gone

Abraços,

July

Tags:

Gone - #2 Capítulo

DOIS – 298 horas, 38 minutos


Alunos se espalhavam para fora da escola, sozinhos ou em pequenos grupos. Algumas garotas andavam em três, abraçando umas as outras, lágrimas escorrendo em seus rostos. Alguns meninos caminhavam curvados, encolhendo-se como se o céu pudesse cair em cima deles, não abraçando ninguém. Muitos estavam chorando, também.

Sam vislumbrou vídeos de notícias que ele tinha visto sobre tiroteios em escolas.
Tinha esse tipo de sensação. Alunos estavam confusos, assustados, histéricos, ou escondendo a histeria debaixo de risadas e exibições corajosas de violência.
Irmãos e irmãs estavam juntos. Amigos estavam juntos.

Algumas das crianças realmente pequenas, o jardim de infância, primeira serie, estavam vagando pelo terreno, não indo realmente a lugar nenhum. Eles não eram velhos o suficiente para saber o caminho de casa.

O presinho em Perdido Beach era mais conhecido como a Creche Barbara, um prédio no centro da cidade, decorado com imagens desbotadas de desenhos animados. Era próximo ao mercado Ace e em frente à praça do Mcdonalds.

Sam desejou que eles estivessem bem, os pequeninos na Creche Barbara. Provavelmente. Não era sua responsabilidade. Mas ele tinha que dizer algo.

“E quanto a todas aquelas criançinhas?” Sam disse. “Elas vão querer ir pra rua e podem ser atropeladas.”

Quinn parou e olhou. Não para as criancinhas, mas para a rua. “Você está vendo algum carro andando?”

O sinal mudou de vermelho para verde. Não havia carros esperando para ir. O som de alarmes de carros estava alto agora, possivelmente três ou quatro diferentes alarmes. Talvez mais.

Continuar lendo...Collapse )

Gone - #1 Capítulo

Esse é o modo que o mundo acaba.

GONE

Photobucket

No piscar de um olho. Todo mundo desaparece.

Exceto pelos jovens.
Adolescentes. Crianças. Bebês. Mas nenhum único adulto. Sem professores. Sem policiais. Sem doutores. Sem pais. E de repente não há nenhum telefone, nenhuma internet, nenhuma televisão. Nenhuma maneira de entender o que está acontecendo. E nenhuma forma de obter ajuda.

A fome ameaça. Dita regras. Uma criatura sinistra a espreitar. Animais se transformam. E os próprios adolescentes mudam, desenvolvem novos talentos – inimagináveis, perigosos, mortalmente poderosos – que crescem fortes ao longo do dia.

É um pavoroso novo mundo. Lados sendo escolhidos, uma batalha está se formando. Urbanos contra crianças ricas. Ditadores contra fracos. Poderosos contra incapazes. E o tempo está passando: Em seu aniversário, você desaparecera assim como os outros.

GONE – MICHAEL GRANT

Para Katherine, Jake e Julia

 

Continuar lendo...Collapse )

 

Tradução do livro Gone by Michael Grant


Bem, vou começar a postar a tradução que estou fazendo do livro "Gone" do escritor Michael Grant.

É o primeiro livro de uma série de seis, a serie novel Gone. Apenas dois foram publicados até agora, que é o que estarei traduzindo, Gone, lançado em junho de  2008 e o segundo chama-se "Hunger" que foi lançado em maio desse ano.

No próximo post eu começo a postar a tradução, junto com a sinopse :D

Bem, meu inglês não é lá uma maravilha, mas o importante é entender no português velho e encardido hahaha
Honras ao meu dicionário, sem ele essa tradução não seria nada

So, enjoy it.



... no idea

Oh Gosh, I don't know what to do with this shit livejournal haha. Is motionless since...ever

Maybe I'll post some filth today, someday...or the Gone's book translation to portuguese

Well, I'll see...

Be my friend